chuva

Chuva no Rio de Janeiro: Lula liga para Paes e libera recursos federais; Bolsonaro critica ausência do presidente

Após chuvas no Rio de Janeiro, o presidente Lula liga para Eduardo Paes e promete recursos federais à disposição. Bolsonaro critica ausência de Lula no local após os desastres

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 15/01/2024 às 8:31
Notícia
X

Após as fortes chuvas que atingem a cidade do Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes (PSD) comunicou que conversou com o presidente Lula (PT) por ligação e que o líder do Executivo indicou que recursos federais para ajudar a prefeitura estariam à disposição.

Ainda no domingo, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou Lula ao questionar o que o presidente estaria fazendo para ajudar o Rio de Janeiro depois das chuvas.

Desde a noite de sábado (13) as chuvas têm atingido a cidade. Os transtornos causados pelo temporal já mataram mais de dez pessoas e deixaram até agora dois desaparecidos.

LULA LIGA PARA PAES E COLOCA RECURSOS FEDERAIS À DISPOSIÇÃO APÓS CHUVAS NO RJ

Segundo Eduardo Paes, Lula ligou para falar sobre os estragos gerados pela chuva na cidade do Rio de Janeiro. O prefeito da capital do RJ afirma que Luiz Inácio garantiu que recursos federais ficassem à disposição das necessidades da prefeitura. 

Paes ainda afirmou que mostrou ao presidente Lula os projetos com foco na recuperação da bacia do Rio Acari, que transbordou neste domingo. Foi indicado pela Presidência da República que Luiz Inácio também se comunicou com o prefeito de Belford Roxo, Wagner Carneiro (Republicanos). 

É indicado pelo Planalto que nesta segunda-feira (15), irão acompanhar os trabalhos de assistência e infraestrutura na cidade os ministros Wellington Dias (Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome) e Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional). 

Góes já havia relatado que o Governo Federal iria contribuir com compra de alimentos e água potável, além de auxiliar na assistência humanitária e na retomada de serviços estruturais, na infraestrutura prejudicada pelas chuvas. O ministro também indicou que "não faltarão recursos federais para atendimento à cidade do Rio de Janeiro. Essa é uma determinação do presidente Lula para qualquer caso de desastre no país". 

Lula: 'não há perdão' para autores de ataques do 8 de janeiro de 2023 em Brasília

BOLSONARO CRITICA LULA POR FALTA DE ATUAÇÃO APÓS CHUVAS NO RJ 

Com a situação das chuvas no Rio de Janeiro, o ex-presidente Jair Bolsonaro usou o caso para criticar Lula. Bolsonaro alfinetou Luiz Inácio por não ir à cidade afetada após a revelação dos desastres. 

 

Em seus stories do Instagram, Bolsonaro escreveu "Por onde anda o Lula, braço do Eduardo Paes, para ajudar o Rio de Janeiro nestas enchentes causadas pelas chuvas das últimas horas? Ah, ele está viajando pelo comum com o seu par, assim como ocorrido no Rio Grande do Sul". 

O caso no qual Bolsonaro se refere é o do ciclone que afetou o RS, em que na época Lula estava na Índia para reunião do G20 e enviou o vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) ao local. 

Apesar de ter passado um total de mais de dois meses em viagens internacionais, Lula não está no exterior neste momento. O presidente se encontra em Brasília, local para onde retornou neste sábado, após passar um tempo em São Paulo. 

Tags

Autor