COLUNA MOBILIDADE

Inauguradas há menos de um ano, novas estações do BRT são pichadas no Recife

As novas estações da Avenida Conde da Boa Vista, que ainda preservam um pouco do conceito BRT, foram pichadas durante manifestação no Centro do Recife

Roberta Soares
Cadastrado por
Roberta Soares
Publicado em 22/06/2021 às 13:10 | Atualizado em 22/06/2021 às 15:51
GENIVAL PAPARAZZI/DIVULGAÇÃO
Talvez água e sabão tirem essa pichação. Mas a questão do vandalismo contra aqueles equipamentos urbanos vai além disso - FOTO: GENIVAL PAPARAZZI/DIVULGAÇÃO
Leitura:

As duas novas estações do Sistema BRT em operação há menos de um ano na Avenida Conde da Boa Vista, eixo central do Recife e destino desejado por boa parte de toda a Região Metropolitana, foram pichadas no fim de semana passado. O ato de vandalismo - sim, é um ato de vandalismo - teria sido praticado durante a manifestação contra o governo Jair Bolsonaro, realizada no dia 19/6, no Centro. Os registros foram feitos pelo fotógrafo Genival Paparazzi.

Pouco importa quando e como foi praticado. É vandalismo do mesmo jeito. Pode ser manifestação de direita, de esquerda, de centro, de cima, de baixo... POUCO IMPORTA. O patrimônio público não merece! Ainda mais o Sistema BRT metropolitano, já tão sofrido e maltratado. É importante lembrar que as duas estações de BRT da Avenida Conde da Boa Vista (Estações Soledade e Hospício) são o que ainda representam um pouco da qualidade que o conceito BRT deveria ter. Conceito pensado por Jaime Lerner e copiado por todo o mundo.

As estações não mereciam isso!

GENIVAL PAPARAZZI/DIVULGAÇÃO
Outro aspecto que precisa ser questionado é a disposição das pessoas em escolher exatamente o bem público - especialmente o transporte coletivo - para ser vandalizado. Por quê? - GENIVAL PAPARAZZI/DIVULGAÇÃO

CONFIRA A SÉRIE DE REPORTAGENS A NOVA CONDE DA BOA VISTA

Sim, talvez água e sabão tirem essa pichação. Mas a questão do vandalismo contra aqueles equipamentos urbanos vai além disso. É como eliminar o pouco que ainda restou do BRT. Aquelas duas estações AINDA oferecem um pouco do conceito do sistema e integram o Corredor Leste-Oeste, com 16 km ligando o Recife à cidade de Camaragibe, na RMR. As 500 mil mortes de covid-19 do País são uma dor profunda, que devem ser sentidas em nossas almas e corações. Podem e devem ser gritadas para todos, mas não há necessidade de estragar o bem público.

Outro aspecto que precisa ser questionado é a disposição das pessoas em escolher exatamente o bem público - especialmente o transporte coletivo - para ser vandalizado. Por quê?

POR QUE SEMPRE, SEMPRE O TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO?

Ele tem dono e o dono é a cidade e todos nós!

GENIVAL PAPARAZZI/DIVULGAÇÃO
As 500 mil mortes de covid-19 do País são uma dor profunda, que devem ser sentidas em nossas almas e corações. Podem e devem ser gritadas para todos, mas não há necessidade de estragar o bem público - GENIVAL PAPARAZZI/DIVULGAÇÃO

 PROVIDÊNCIAS

O Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano (CTM) informou, por nota, que as duas estações de BRT da Avenida Conde da Boa Vista têm revestimento em ACM (alumínio composto) e, por isso, está analisando o melhor produto para a remoção das pichações sem descaracterizar os equipamentos.

Comentários

Últimas notícias