COLUNA MOBILIDADE

Roubo e furto de bicicletas aumentaram quase 20% em Pernambuco

Ampliação da malha cicloviária do Recife vem estimulando o uso das bikes e, ao mesmo tempo, as investidas criminosas

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 30/06/2021 às 15:42
Notícia
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Somente nos primeiros cinco meses de 2021 já foram 1.295 boletins de ocorrência indicando roubos e furtos de bikes - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

Roubos e furtos de bicicletas aumentaram quase 20% em Pernambuco nos últimos três anos. E, o que é mais grave, segue subindo. Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), entre 2017 e 2020 o aumento de registros foi de 19%. E, somente nos primeiros cinco meses de 2021 já foram 1.295 boletins de ocorrência indicando roubos e furtos de bikes.

Veja como se cadastrar no Alerta Bike, programa para recuperar bicicletas roubadas em Pernambuco

A ampliação da malha cicloviária do Recife, segundo a SDS, tem potencializado essas investidas. Recife possui 150 quilômetros de malha cicloviária, entre ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas e até o final de setembro serão 160 km. Representa um aumento de mais 500% desde 2013, quando havia apenas 24 quilômetros. Dados da Ameciclo (Associação Metropolitana de Ciclistas) apontam que entre 4 mil e 6 mil ciclistas circulam pela cidade diariamente, dos quais 77% são trabalhadores. Ou seja, gente que todos os dias está circulando com suas bikes, usadas como transporte.

artes jc
Roubos e furtos de bicicletas em Pernambuco - artes jc

DIVULGAÇÃO
Programa Alerta Bike - DIVULGAÇÃO

Por isso o lançamento do Programa Alerta Bike, uma nova ferramenta tecnológica para combater o comércio ilegal, furtos e roubos de bicicletas. O programa é semelhante ao Alerta Celular, que coíbe o roubo de celulares, e permitirá que a população cadastre suas bikes, que poderão ser recuperadas por meio dos dados registrados no sistema. O Alerta Celular foi lançado em 2017 e já conseguiu recuperar mais de 35 mil celulares e tem mais de 500 mil aparelhos cadastrados.

A lógica com o Alerta Bike é a mesma. Inibir as investidas dos ladrões porque, ao ser abordado por um policial, por exemplo, e a bicicleta estiver cadastrada como roubada ou furtada no sistema, a pessoa que estiver com ela será, no mínimo, autuada em flagrante por receptação de produto roubado. O registro é feito pelo número de série/chassi das bicicletas, existente em todas as bikes acima do aro 16.

COMO UTILIZAR

Utilizar o Alerta Bike é fácil. É necessário apenas entrar no site www.alerta.sds.pe.gov.br e cadastre login e senha. Na sequência, a ferramenta pedirá os dados da bicicleta como marca, modelo, tipo, aro, cor e chassi. Essa numeração pode ser encontrada, por exemplo, abaixo da caixa do movimento central, próximo à gancheira e do cubo da roda traseira, perto da braçadeira do selim, e/ou na parte frontal do quadro da bicicleta. Caso a pessoa seja furtada ou roubada, ela entra no site e clica no botão de alerta. O usuário também pode incluir uma foto ao lado do bem. Quem não tiver mais a nota fiscal, pode identificar características da bike e fotografá-las, anexando no cadastro. Se comprou de um conhecido que não tem mais a nota fiscal, pode fazer um recibo simples de compra e venda. Essas soluções foram sugeridas pela própria SDS.

Passo a passo ara usar o Alerta Bike by Roberta Soares on Scribd

 “Atualmente, o Recife possui 150 km de malha cicloviária, entre ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas, o que representa um aumento de mais de 500% desde 2013, quando havia 24 km de malha cicloviária. Essa expansão estimulou o maior uso dessa forma de locomoção, seja a passeio ou a trabalho, na busca por maior qualidade de vida. E os criminosos perceberam nesse cenário uma oportunidade. O Alerta Bike, um projeto inovador de Pernambuco, foi desenvolvido para atacar o comércio ilegal, seja produto de crime ou sem procedência legal. Paralelamente, intensificaremos operações, como a Tentáculos, cujo foco é investigar ferros-velhos e locais que possam atuar no desmanche e revenda de equipamentos oriundos de roubo ou furto”, afirmou Humberto Freire, secretário de Defesa Social de Pernambuco. “Para esse programa dar certo, há dois fatores decisivos: cadastrar sua bicicleta, ampliando nossa base de dados, e jamais adquirir produtos sem nota fiscal ou origem desconhecida”, alerta.

DIVULGAÇÃO
Programa Alerta Bike - FOTO:DIVULGAÇÃO
artes jc
Roubos e furtos de bicicletas em Pernambuco - FOTO:artes jc

Comentários

Últimas notícias