CONFINAMENTO

Jogadores do Santa Cruz aproveitam quarentena para curtir aconchego de suas famílias

No período de quarentena, os atletas corais estão procurando fazer os exercícios em casa e, também, se distrair vendo filmes, brincando com as crianças da família e curtindo as companheiras

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 22/03/2020 às 8:03
Notícia
REPRODUÇÃO DE INTERNET
Danny Morais tem procurado fazer suas atividades físicas e brincando com os seus filhos ao mesmo tempo - FOTO: REPRODUÇÃO DE INTERNET
Leitura:

Acostumados a uma rotina difícil desde o início da carreira, sendo obrigados a conviverem com a distância dos familiares devido às inúmeras viagens ao longo da temporada, além dos dias isolados na concentração - perdendo momentos importantes ao lado de pessoas queridas -, os jogadores estão aproveitando esse momento paralisação do futebol e quarentena, por conta do novo coronavírus, para curtir o aconchego de suas famílias. Mas, claro, sem se descuidar do condicionamento físico e respeitando as ‘cartilhas’ passadas pelos preparadores físicos do Santa Cruz. Porém, no tempo livre, sempre seguindo as orientações para combater o covid-19, os atletas estão mostrando bastante criatividade nesse período de confinamento, com um ‘cardápio’ de atividades bastante variado.

O volante André, que mora distante da família, conseguiu regressar para o seu Estado de origem. “Na minha rotina normal não tenho tempo para a família pelo fato de todos morarem em São Paulo e eu em Pernambuco. Então, tenho aproveitado para ficar bastante com eles e com a minha namorada. Quando meus pais estão em casa, fico muito com eles. Meus pais não param muito. Classe baixa não consegue parar de trabalhar, senão não tem o sustento. Mas sempre que estão aqui eu cuido deles, vejo filme com a mulher que é bom e é importante (risos) e também tenho brincado muito com meu sobrinho, ele está crescendo e geralmente não tenho tempo pra ele, então, estou aproveitando bastante todo mundo aqui”, explicou o prata da casa.

Mesmo sendo natural de João Pessoa, o zagueiro Feliphe Gabriel permaneceu na capital pernambucana e também vem procurando se cuidar bastante e ficar ao lado de sua esposa e filha. "Em relação ao tempo livre, acredito que é um momento para evitar ao máximo sair. Então, estou aproveitando para ficar ao lado da minha família. Todos nós estamos fazendo de tudo para nos prevenirmos de qualquer risco. É importante cada um fazer sua parte nesse combate", falou o defensor tricolor.

Já o capitão tricolor, Danny Morais, vem utilizando a sua conta pessoal no Instagram para mostrar um pouco de sua rotina caseira. Em um dos vídeos, o zagueiro apareceu fazendo atividades físicas dentro do apartamento, com os seus três filhos pequenos também entrando na onda e fazendo dos circuitos de exercícios aeróbicos uma tremenda brincadeira. Em outro vídeo, Danny aproveita o momento livre para brincar com o seu filho mais velho um jogo educativo de matemática.

CONDICIONAMENTO

Apesar do tempo indeterminado de quarentena, esse período não é bem umas férias antecipadas. E os jogadores do Santa Cruz têm consciência disso. Com estrutura no apartamento em que mora no Recife, Feliphe Gabriel está mantendo a forma com exercícios de musculação. “Nesse período de paralisação é preciso buscar todas as maneiras possíveis para manter a forma física. Tenho feito exercícios na academia do prédio, seguindo o planejamento de treinos que o clube passou”, falou o zagueiro do Santa Cruz.

O volante André, por sinal, tem contado com o suporte de sua namorada na hora dos treinamentos com bola. "Desde que eu cheguei, tenho treinado bastante aqui em São Paulo. Até minha namorada tem me ajudado, quando preciso de um trabalho técnico, ela fica cuidando aqui, joga a bola pra eu fazer o treino técnico. Estou fazendo tudo o que me foi pedido aqui, na medida do possível. Estou em casa, sem sair, cuidando da minha saúde e da dos meus pais, que têm mais idade. Fico treinando só em casa. Estou fazendo bastante exercício de força, cuidando do Core, que dá uma fortalecida boa. Estou treinando bastante em casa, seguindo a cartilha do Gamarra, que ele passou tudo certinho", explicou.

CUIDADOS COM O COVID-19

Mesmo com a orientação dos órgãos de saúde para que a população evite sair de casa, infelizmente, os pais de André precisam descumprir a indicação, já não podem deixar de trabalhar. Entretanto, o volante garante ficar no pé deles para que possam se cuidar quando estão na rua.

"Estou bem ciente de todos os cuidados que devemos ter. Até o que não me falaram, eu fui atrás para me aprofundar no assunto para cuidar bem deles (pais). Me preocupo bastante com meus pais, porque já são de idade, não podem brincar com isso, porque é coisa séria. Como disse, comprei álcool em gel para casa toda, pego no pé deles para lavarem sempre as mãos. Principalmente para o meu pai, porque ele sai muito de casa por causa do trabalho dele de segurança, e lá tem muitos cachorros onde ele trabalha, então sempre falo: 'brinca com os cachorros, beleza, mas você tem que lavar sempre as mãos. Numa dessa, o senhor fica com as mãos sujas, com bactérias, e fica mais propício a pegar a doença'. Fico atento e sempre puxo a orelha. Comprei sabonete líquido para cada um deles usarem. É melhor, mais higiênico do que dividir o mesmo sabonete. Pego no pé de todos aqui, para cuidarmos o máximo possível de todos nós, para todos passarmos intactos de tudo isso e, quando essa quarentena acabar, todos nós sairmos dessa casa com saúde e muito bem", concluiu.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias