RETOMADA

Pernambuco inicia processo de flexibilização das medidas restritivas nesta quinta-feira; saiba como vai ser

A partir desta quinta-feira (1ª), haverá a flexibilização das restrições, com o retorno das atividades sociais e econômicas, mas com alterações de horários e quantidade de pessoas

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 31/03/2021 às 20:54
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Praias serão liberadas para atividades físicas individuais e banho de mar - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Após 14 dias de quarentena mais rígida, quando apenas serviços essenciais puderam funcionar, Pernambuco dá início, nesta quinta-feira (1º), a um novo plano de convivência com a covid-19. O retorno das atividades sociais e econômicas ocorre de maneira gradual, com alterações de horários e quantidade de pessoas, até o dia 25 deste mês.

De acordo com a nova determinação estadual, no Grande Recife, o funcionamento de atividades econômicas está permitido das 10h às 20h durante a semana, e das 9h às 17h nos sábados, domingos e feriados. No interior do Estado o funcionamento de tais atividades pode acontecer de 5h às 20h, nos dias úteis, e de 6h às 14h aos sábados, domingos e feriados.

Lanchonetes, restaurantes e bares de todo Estado, por sua vez, poderão abrir as portas das 5h às 20h durante a semana e das 9h às 17h nos finais de semana. A capacidade de clientes em atendimento no estabelecimento é de 50% do total, enquanto delivery, drive thru e pontos de coleta podem funcionar mesmo após as 20h durante a semana e após as 17h nos finais de semana. 

As igrejas, que não puderam funcionar com cultos presenciais durante os últimos 14 dias, estão autorizadas a receber os fiéis das 5h às 20h durante a semana e das 5h às 17h nos fins de semana e feriados.

Academias e similares também poderão reabrir das 5h às 20h durante a semana e das 5h às 17h nos fins de semana e feriados, com 30% da capacidade total. Já os que quiserem praticar atividades físicas individuais nas praias poderão retomar o hábito a partir da segunda-feira (5).

Escolas privadas de Pernambuco iniciam a retomada das aulas em 5 de abril. Já a rede estadual começam a voltar no dia 19 de abril; as da rede municipal, a partir de 26 de abril.

Entre as atividades que retornarão a partir de 1º de abril em Pernambuco estará a liberação das praias para atividades físicas individuais e banho de mar. No entanto, o retorno será gradual e neste primeiro momento não será permitido o uso de guarda-sol, barraca ou a comercialização de bebidas e comidas no local. Calçadões, parques, praças e ciclofaixas voltam a ficar abertos ao público.

As medidas restritivas, que estiveram em vigor entre 18 e 31 de março, surtiram efeito no sentido de desafogar o sistema público de saúde do Estado, afirmou o governador Paulo Câmara nesta quarta-feira (31) em comunicado. De acordo com ele, o crescimento acelerado das demandas por leitos de UTI foi substituído por uma considerável redução na semana passada. Pela primeira vez, desde a última semana de fevereiro, foram 54 solicitações de UTI a menos, uma queda de 4,4%. Ainda assim, até a terça-feira (30), 96% das 1.547 vagas de UTI estavam ocupadas com pacientes que apresentam sintomas de covid-19. 

Além disso, o gestor chamou atenção para a taxa de mortalidade pelo novo coronavírus em Pernambuco, que já foi a terceira maior do país e hoje ocupa a 21º posição. "Nos últimos sete dias, a média móvel de óbitos do Estado é a menor do País, observando a taxa por 100 mil habitantes", registrou.

Apesar de algumas boas notícias, o secretário estadual de Saúde, André Longo, participou de coletiva de imprensa nesta quarta, e reiterou a necessidade de toda população se manter vigilante e cumprindo os protocolos de segurança e contenção da covid-19.

"Nós estaremos observando atentamente como se dará o retorno dessas atividades e obviamente aos números da pandemia, há uma expectativa de melhora nas próximas semanas, mas nós estaremos muito atentos diariamente à evolução desses números. O governo do Estado não vai hesitar em tomar novas medidas restritivas caso o comportamento da população não se adeque às medidas que comprovadamente reduzem a transmissão do vírus. Protocolos precisam ser seguidos para que a gente tenha a volta do chamado 'novo normal'", afirmou.

Na transmissão, Longo orientou ainda a população a usar a máscara de proteção, uma das medidas mais eficazes para evitar a contaminação pelo vírus. "O uso da máscara é fundamental, é uma forma segura e eficaz de controlar a doença e de se conviver com esse vírus tão letal. Se a grande maioria usar a máscara do jeito certo, cobrindo o nariz e a boca, o nosso plano de convivência pode funcionar e poderemos avançar ainda mais. A máscara pode ser desconfortável, nós sabemos, mas ela salva vidas e pode impedir que você seja responsável pela morte de alguém que você goste", completou.

Entenda como será o funcionamento das atividades a partir de abril

  • Na Região Metropolitana do Recife, atividades econômicas funcionarão das 10h às 20h nos dias de semana, e das 9h às 17h nos sábados, domingos e feriados; 
  • No interior do Estado, atividades econômicas funcionarão das 05h às 20h nos dias de semana, e das 6h às 14h nos sábados, domingos e feriados;
  • Atividades físicas individuais nas praias podem ser retomadas no dia 5 de abril;
  • Escolas privadas de Pernambuco iniciam a retomada das aulas em 5 de abril. Já a rede estadual começam a voltar no dia 19 de abril; as da rede municipal, a partir de 26 de abril.
  • Celebrações religiosas autorizadas das 5h às 20h durante a semana e das 5h às 17h nos fins de semana e feriados;
  • Academias e similares poderão reabrir das 5h às 20h durante a semana e das 5h às 17h nos fins de semana e feriados, com 30% da capacidade;
  • Serviços de alimentação, lanchonetes, bares e restaurantes autorizados das 5h às 20h durante a semana e 9h às 17h nos fins de semana e feriados, com capacidade de 50%. Delivery, drive thru e pontos de coleta permitidos após as 20h durante a semana e 17h nos finais de semana;
  • Comércio varejista no centro e bairros poderão reabrir das 10h às 20h durante a semana e 9h às 17h nos finais de semana. Os estabelecimentos devem cumprir a determinação de um cliente a cada cinco metros quadrados no interior das lojas;
  • Escritórios comerciais e prestação de serviços poderão funcionar das 10h às 20h durante a semana e das 9h às 17h nos fins de semana e feriados, com capacidade máxima de 50% e distanciamento de 1,5 metro entre as estações de trabalho;
  • Shoppings centers e galerias comerciais seguem o horário da semana e finais de semana já determinados para o período, e devem respeitar a capacidade de um cliente a cada dez metros em circulação, e um cliente a cada cinco metros quadrados no interior das lojas.

Boletim epidemiológico

Nesta quarta-feira (31), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou mais 2.431 casos de pessoas infectadas pela covid-19. Totalizando 349.231 casos da doença desde o início da pandemia.

Dos novos casos, 145 (6%) são de pessoas que desenvolveram Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.286 (94%) são casos leves. Com relação ao número total de casos, 36.033 foram diagnosticados como graves e 313.198 como leves.

A SES-PE também confirmou 57 óbitos nas últimas 24 horas. As mortes ocorreram entre os dias 2 de junho de 2020 e essa segunda-feira (29). Com isso, Pernambuco tem o triste número de 12.175 mortes pela covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

 

Comentários

Últimas notícias