PESQUISA

Aliados de João Campos avaliam com otimismo resultado da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo e apostam no crescimento do socialista

De acordo com a amostra, o postulante da Frente Popular do Recife está numericamente à frente com 23% das intenções de voto

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 02/10/2020 às 22:21
Notícia

Diego Nigro / Divulgação
De acordo com a amostra, o postulante da Frente Popular do Recife, está numericamente à frente com 23% das intenções de voto. - FOTO: Diego Nigro / Divulgação
Leitura:

 

JC
Eleições 2020 - JC

O candidato a prefeito do Recife pelo PSB, João Campos, não irá comentar a pesquisa Ibope/JC/Rede Globo, divulgada nesta sexta-feira (2), segundo sua assessoria de campanha. De acordo com a amostra, o postulante da Frente Popular do Recife, está numericamente à frente com 23% das intenções de voto, ele está empatado tecnicamente com Mendonça Filho (DEM), que obteve 19% - considerando a margem de erro máxima de três pontos percentuais para mais ou para menos. Em contrapartida, quando os eleitores foram questionados sobre em “quem não votariam de jeito nenhum”, o socialista pontuou 36% do índice de rejeição.

>> Ibope/JC/Rede Globo: João Campos (PSB) e Mendonça Filho (DEM) empatam em rejeição na pesquisa para prefeito do Recife

>> João Campos coloca periferia como parte da solução para o Recife

>>"Os candidatos (da oposição) não têm capacidade de reconhecer os avanços do Recife", diz João Campos ao defender gestão do PSB em sabatina da Rádio Jornal

Para os aliados que integram a Frente Popular do Recife - composto por 12 partidos (PSB, MDB, PSD, PP, Avante, Republicanos, PDT, Solidariedade, Rede, PCdoB, PV, PROS) - o cenário apresentado pela pesquisa é visto com tranquilidade, por ainda estar no início da campanha. A candidata a vice-prefeita, Isabella de Roldão (PDT), afirmou ao JC que, “as pessoas estão enxergando a partir de agora o cenário dos reais candidatos à Prefeitura do Recife”.

“Essa rejeição talvez esteja alta pela falta de conhecimento, especificamente do nosso candidato João Campos. Com o tempo ele vai conseguir dialogar e desmitificar o fato de ser jovem, e irá mostrar que é ousado, inteligente e preparado. E agora a gente consegue intensificar mais a campanha”, ressalta a pedetista.

“Quando as pessoas passarem a conhecer João Campos, vão ver que ele é preparado para assumir nossa cidade, uma pessoa carismática e vamos fazer acontecer nesta eleição. Temos um cenário desafiador, mas quem conhece João, vota em João. Acredito que o mais importante na política são as nossas vocações, que nos faz levar isso de forma mais leve e engajada esta campanha, que está bonita e as pessoas têm se surpreendido com João”, defendeu a candidata a vice-prefeita.

Líder do Governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado estadual Isaltino Nascimento (PSB), também compactua da visão de que os números da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo refletem o momento, e que o candidato à sucessão do prefeito Geraldo Julio (PSB) tem potencial para crescer nas intenções de voto. “Estamos começando a campanha, temos mais de 400 candidatos a vereador e vereadora, fora as lideranças, os deputados federais e estaduais que possuem inserção no Recife. Nós temos uma administração municipal premiada, de qualidade e um candidato preparado. Ele demonstrou isso na entrevista a Rádio Jornal”, afirmou o deputado.

Sobre o fato do candidato do PSB também figurar entre os mais rejeitados - junto ao candidato do DEM, Mendonça Filho, que também pontuou 36% -, Isaltino também credita esse percentual ao fato de João ainda não ser amplamente conhecido na cidade. “A tendência é ampliar essa atuação e o conhecimento da sociedade do Recife”, declarou.

Questionado se além do desconhecimento, a fadiga da gestão do PSB à frente da Prefeitura do Recife por quase oito anos, como tem criticado os candidatos da oposição, também estaria pensando neste percentual, Isaltino acredita que não. “O PSB tem muito legado e um outro olhar para população a partir da gestão. A medida que as pessoas vão ter esse conhecimento do trabalho de João e ouvindo suas ideias e propostas, isso começa a mudar”, defendeu.

As intenções de voto em João Campos, na pesquisa Ibope/JC/Rede Globo, são mais acentuadas entre eleitores de 16 a 24 anos, estrato em que obtém 29%. Dentro da amostra, o candidato socialista tem o maior número de eleitores entre os que possuem o nível de escolaridade até o ensino fundamental, o que representa 25%. Considerando a renda, a maioria dos eleitores socialista possui até um salário mínimo (25%), e com mais de um a dois salários mínimos (25%

A pesquisa foi realizada entre os dias 30 de setembro e 02 de outubro de 2020. Foram entrevistados pelo Ibope 805 votantes do Recife. A margem de erro máxima estimada é de três pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o Número PE09685/2020.

AGENDA 

 O candidato a prefeito do Recife,  João Campos, cumpre neste sábado (3) uma série compromissos ao lado de vereadores da base do governo. A primeira reunião será com o vereador Romerinho Jatobá (PSB), no Colégio  Colégio Imaculado Coração de Maria (Rua Dr. Machado, 379), em  Campo Grande, às 8h30.

Já no bairro do Ipsep, às 11h15, o candidato socialista terá reunião com o vereador Rodrigo Coutinho (Solidariedade), na Associação de Moradores das vilas Arquiteta Maria Lúcia e Aliança (Rua Erval, 400). À noite, João Campos tem duas agendas com o vereador Davi Muniz (PSB). A primeira é as 18h30, na Rua Sibaúna,185, UR-7, no bairro da Várzea. E a segunda reunião será na Avenida Afondo Olindense, 747, também na Várzea. 

Nesta sexta-feira (2), o candidato socialista esteve na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Este foi o terceiro encontro de Campos com representantes da academia na Capital pernambucana e tem como objetivo tratar das parcerias para melhorias urbanas.

O encontro faz parte de uma série de visitas que candidato iniciou, na semana passada, com as entidades de ensino. A primeira delas foi a Universidade Federal de Pernambuco, seguida da Universidade de Pernambuco. Neste encontro com o reitor da UFRPE, Marcelo Carneiro Leão e pró-reitores, João apresentou a proposta de criação de um Consórcio Universitário para integrar a academia e a Prefeitura, na criação de parcerias e projetos.

"A gente tem uma capacidade produtiva e intelectual imensa nas universidades do Recife. A gente pretende fortalecer esse consórcio universitário para trabalhar pela cidade", destacou. "Queremos construir essa agenda de proximidade entre a Prefeitura e a universidade, tanto no planejamento de longo e médio prazo, quanto no dia a dia", acrescentou.

Durante seu mandato de deputado federal, João Campos destinou emenda parlamentar para a UFRPE, que foi utilizada na ampliação e reforma no Campus em Serra Talhada. "Estou pautando meu mandato de deputado federal a educação como prioridade. E isso na prática, como colocar emendas, por exemplo", disse. João também já havia anunciado a criação de um Escritório de Projetos para colocar na rua trabalhos executados por alunos das universidades.

>> Veja os resultados da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo:

RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
SILÊNCIO Candidato socialista preferiu não comentar os resultados - FOTO:RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
JC
Eleições 2020 - FOTO:JC
RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
SILÊNCIO Candidato socialista preferiu não comentar os resultados - FOTO:RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias