Eleições 2022

'Jamais vou usar meu cargo para ser candidato', diz ministro do Turismo

O nome de Gilson Machato vem sendo ventilado para uma candidatura a governador ou senador em Pernambuco nas eleições de 2022

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 27/07/2021 às 11:35
Notícia
ISAC NÓBREGA/PR
"Eu seria leviano de estar usando o meu cargo para fazer trampolim político", disse em entrevista à Rádio Jornal - FOTO: ISAC NÓBREGA/PR
Leitura:

Atualizada às 12h03

O ministro do Turismo Gilson Machado Neto negou qualquer iniciativa para se candidatar a algum cargo eletivo nas eleições de 2022. O nome dele vem sendo ventilado para concorrer a governador ou senador em Pernambuco. 

Em entrevista ao programa Passando a Limpo da Rádio Jornal na manhã desta terça-feira (27), Gilson disse considerar "leviano" qualquer pessoa se beneficiar do cargo que ocupa tendo com o objetivo de lançar alguma candidatura

"Eu seria leviano de estar usando o meu cargo para fazer trampolim político. Eu não sou político, eu nunca tive mandato, eu sou uma pessoa de missão e a minha missão hoje é salvar o turismo no Brasil", afirmou o ministro. 

Segundo ele, o seu nome é ventilado para ser candidato não só em Pernambuco, mas em outros estados como Tocantins e Alagoas. Ainda assim, afirmou que caso fosse convocado pelo presidente, faria o que fosse da vontade dele. "Mas a decisão é do presidente. Se o presidente me mandar uma missão, eu vou cumprir como eu cumpri da outra vez", completou. 

Mais na tarde na mesma entrevista, ele voltou a condenar a tentativa de obter vantagem eleitoral a partir do cargo que ocupa. "Político que se usa de um cargo feito eu estou usando para usar de trampolim político em vez de trabalhar para o Brasil é leviano. Eu jamais vou usar meu cargo para tentar ser candidato em canto nenhum. Hoje eu estou focado na recuperação econômica do turismo no Brasil e na geração de 700 mil empregos que foram perdidos com a crise da pandemia", disse. 

Gilson Machado e o Coronel Meira, atual presidente do PTB-PE, comandaram em Pernambuco a campanha para a  fundação de um novo partido, o Aliança Pelo Brasil, capitaneado pelo presidente Jair Bolsonaro. Pela falta de assinaturas o suficiente, a sigla acabou não sendo criada a tempo das eleições de 2020. O presidente está atualmente sem partido. 

Em um encontro no início de junho para discutir a política local com a participação de Meira, o deputado estadual Alberto Feitosa (PSC), a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) apontaram o nome de Gilson Machado como pré-candidato ao Senado e para concorrer ao governo estadual outros dois nomes: do próprio Meira e da deputada estadual Clarissa Tércico. As informações sobre o encontro foram divulgadas na época pela assessoria de comunicação do presidente do PTB-PE. 

Investimentos para Pernambuco

Sobre os investimentos do Ministério do Turismo para a melhoria das condições das estradas em Pernambuco, Gilson Machado citou como principais demandas o Arco Metropolitano e a requalificação da BR 232. "A BR 232 e o Arco Metropolitano que é um gargalo seríssimo que nós temos, inclusive inviabiliza muita coisa no Porto de Suape que Suape perde competitividade com isso"

Ele sobrevoou á área junto com o ministro da Infraestrutura Tarcício Gomes de Freitas em janeiro deste ano. "A gente está tentando uma solução que dê viabilidade a esse Arco Metropolitano e a 323 que dia após dia está se degradando. Hoje a BR 232 está com o governo do estado até 2027. O ideal seria uma concessão para a iniciativa privada", disse Gilson. 

Outro foco do Ministério do Turismo, segundo Gilson, é a requalificação da PE 60, que liga Pernambuco a Alagoa, seja por meio de parceria com a iniciativa privada ou com o Governo de Alagoas. De acordo com o ministro, o governador Renan Filho (MDB) já se comprometeu a investir o mesmo valor do governo federal nas obras. 

"Não dá para construir uma nova agora ou duplicar porque ela tem muito morro, muita serra, é de difícil execução. Eu sobrevoei também com Tarcísio. Mas o ministério do Turismo, através de recursos que vamos buscar isso dai. Você tem condição de melhorar os gargalos dela, onde ela gera engarrafamento você pode criar uma pista dupla, melhorar o acostamento, enfim, você pode fazer várias ações que melhoram o fluxo de turistas ali", ressaltou Gilson. 

Comentários

Últimas notícias