Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Bolsonaristas lançam pré-candidatura de Gilson Machado Neto ao Senado e especulam dois nomes ao Governo de Pernambuco

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 07/06/2021 às 11:39
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Leitura:

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, foi lançado como pré-candidato a senador por Pernambuco nas eleições de 2022 neste domingo (06).

O anúncio foi feito durante uma reunião no Recife com a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), o deputado estadual Alberto Feitosa (PSC) e o presidente do PTB em Pernambuco, Coronel Meira. Eles posaram para fotos sem distanciamento e sem uso de máscara, mesmo em meio à pandemia de covid-19.

"Na ocasião, foram discutidos os nomes conservadores que estarão na linha de frente junto ao presidente da República, Jair Bolsonaro - nas próximas eleições", afirmou nota divulgada pelo grupo.

Para o Governo de Pernambuco, dois pré-candidatos estão mais cotados, segundo o grupo, para a disputa: a deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) e Coronel Meira. A ideia dos bolsonaristas é que um dos dois dispute o pleito.

Nos bastidores, integrantes da oposição à direita classificam como mais difícil a possibilidade de Clarissa Tercio disputar, uma vez que ela tem, em tese, uma reeleição segura para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Além disso, pretende fazer dobradinha na eleição com o marido, vereador do Recife Júnior Tercio (PSC), que deve ser candidato a deputado federal.

Com isso, Coronel Meira é visto como o mais cotado para uma candidatura alinhada ao bolsonarismo em Pernambuco.

"Fico feliz por ter sido lembrado para compor a linha de frente da política local e Nacional. Como policial militar sempre trabalhei em prol da sociedade e do meu Pernambuco, que tanto amo; e, desta forma, não poderei me esquivar à solicitação, caso seja o escolhido. Se for da vontade do povo, com o devido alinhamento político e com o sentimento de unidade entre os conservadores, estarei disposto e honrado à trabalhar novamente em favor de meu Estado", disse Coronel Meira neste domingo.

Além do grupo, a oposição também ter como cotados os prefeitos de Caruaru, Jaboatão dos Guararapes e Petrolina, Raquel Lyra (PSDB), Anderson Ferreira (PL) e Miguel Coelho (MDB), respectivamente.

Anderson e Miguel têm se movimentado mais em relação a Raquel nas articulações nas últimas semanas com lideranças regionais, parlamentares e prefeitos do estado.

Uma parte da oposição, capitaneada pelo deputado federal Daniel Coelho (Cidadania), já defende publicamente que a oposição tenha duas candidaturas em 2022 ao Governo de Pernambuco.

Uma delas seria mais alinhada ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e outra mais ao centro e centro-direita, com chapa encabeçada por Anderson, Miguel ou Raquel, tentando se descolar de Bolsonaro.

Essa ala oposicionista acredita que, com duas candidaturas, a eleição possa ir ao segundo turno para enfrentar o PSB, que tem como mais cotado para o pleito de governador o ex-prefeito do Recife Geraldo Julio, atual secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.

Em 2018, o governador Paulo Câmara foi reeleito no primeiro turno, quando a oposição à direita teve uma candidatura única.

Últimas notícias