Ameaças

BBB 22: suspeito de divulgar vídeo íntimo de Natália Deodato ameaçou publicar imagens antes de compartilha-las

Natália Deodato teve vídeo íntimo vazado após entrar no BBB 22. Prática é considerada criminosa pela Justiça

Pedro Oliveira
Pedro Oliveira
Publicado em 19/01/2022 às 18:52
Instagram/Reprodução
Natália Deodato teve vídeo íntimo vazado após entrar no BBB 22. Prática é considerada criminosa pela Justiça - FOTO: Instagram/Reprodução
Leitura:

A Polícia Civil de Minas Gerais está investigando um crime contra Natália Deodato, uma das participantes do Big Brother Brasil 2022. Na noite de terça-feira (18), um homem de 39 anos teria compartilhado propositalmente um vídeo íntimo da designer nas redes sociais. Cabe lembrar que a divulgação de registros desse tipo sem o consentimento da pessoas é considerada prática criminosa. Clique aqui e leia mais.

O suspeito do crime contra Natália Deodato já tinha ameaçado a participante do BBB 22. É o que consta no registro policial que o G1 teve acesso. Mas, apesar disso, ele não cumpriu as ameaças. Deixou para fazer isso apenas quando a designer ganhou visibilidade nacional após entrar no reality.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, outros perfis em redes sociais também chegaram a entrar em contato com Natália Deodato para extorqui-la. Esses mesmos perfis pediram dinheiro via PIX para entregar e não compartilhar os vídeos íntimos da participante do BBB 22.

 

Mãe de Natália, Daniela Rocha se pronuncia sobre o vazamento do vídeo da filha

Mãe de Natália Deodato, Daniela Rocha se pronunciou sobre o vazamento do vídeo íntimo da filha. Ao G1, ela revelou que foi incluída em um grupo de WhatsApp criado pelo suspeito. Foi aí que Daniela tomou conhecimento que as imagens da filha fazendo sexo estavam sendo compartilhadas na internet. Clique aqui e veja o que ela disse sobre o vazamento

Veja da Polícia Civil de Minas Gerais sobre o caso de Natália Deodato

"A Polícia Civil recebeu a denúncia, ontem (18/1) à noite, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em BH, e foi instaurado procedimento investigatório para apuração dos fatos. O suspeito, de 39 anos, é investigado por injúria, mas os trabalhos policiais seguem em andamento para identificar eventuais crimes praticados no âmbito da violência doméstica. A autoridade policial, responsável pela investigação, requereu medida protetiva para a vítima ao Judiciário".

O que é a Lei Carolina Dieckmann?

A Lei Nº 12.737/12 acrescenta os artigos 154-A e 154-B no Código Penal Brasileiro, alterando também a redação dos artigos 266 e 298. Ela prevê crimes que se caracterizam pelo uso indevido de informações e materiais pessoas referentes à privacidade de alguém na internet, ou seja, fotos e vídeos. Para saber mais, clique aqui. 

Veja também:

BBB 22: Brothers da Pipoca comentam sobre chegada de Naiara Azevedo na casa

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias