28
out

Coco Bongo: uma das melhores baladas do mundo.

28 / out
Publicado por Leonardo Vasconcelos às 20:37

A experiência Coco Bongo. A classificação vista no site e nas divulgações não é à toa. Realmente ir até a Coco Bongo é, de fato, uma experiência. Única por sinal. O termo é plenamente aplicável para a boate que tem a justa fama de ser uma das melhores do mundo. Afinal ela não oferece uma mera festa e sim uma verdadeira balada-espetáculo, com produção comparada por muitos aos da Broadway. Claro que o Blog Mochileo não ia ficar de fora.

Coco Bongo

A Coco Bongo, digamos matriz, fica bem no meio da zona hoteleira de Cancún, no México. Me referi à casa principal porque o sucesso é tanto que foram aberta filiais na Playa Del Carmen, distante alguns poucos quilômetros ao sul, e em Punta Cana, na República Dominicana. Apesar de apresentarem os mesmos shows e características, a casa escolhida foi a mais antiga e tradicional. Primeiro passo: comprar os ingressos. De cara você percebe que o valor é diretamente proporcional à fama. O mais barato não sai por menos de 70 dólares. Salgado, é verdade, mas como havia me programado o ano inteiro para visitar o local fiz esse esforço. Devidamente recompensado. Veja o vídeo que fiz mostrando toda essa experiência do início ao fim dos espetáculos.

Antes de chegar à Coco Bongo já a havia visto. E muitos de vocês provavelmente também. Digo isso porque Hollywood popularizou o local com o filme “O Máskara”, de 1994. Nele, o protagonista, interpretado por Jim Carrey, visita a boate e nela dança com a personagem vivida por Cameron Diaz. Naturalmente, a Coco Bongo ganhou visibilidade e milhares de turistas ficaram curiosos para conhecer o local e, quem sabe, perder a cabeça no local como o Máskara com uma bela companhia.

El Chepe: a mágica viagem de trem que corta o México

Um mergulho nos cânions do Velho Chico

Um salto no bungee jump mais alto da América Latina

Mas vamos lá a grande e aguardada noite na Coco Bongo. Para não perder nenhum minuto da tal experiência fiz questão de chegar cedo. Meia hora antes da abertura da casa já estava na fila ansioso aquecendo para a balada com algumas cervejas. Nem precisava. Assim que abriu entrei na boate e fui direto testar o serviço open bar de whisky, tequila, rum, vodka, vinho e a cerveja (esta última por último mesmo já que só voltei a bebê-la no final para “lavar”). Posso dizer com propriedade que ele funciona. Todavia, depois que a Coco Bongo vai enchendo fica naturalmente mais complicado chegar aos vários bares e ganhar a atenção dos também inúmeros garçons.

Portanto, a dica é assim que chegar na Coco Bongo aproveitar bastante as bebidas e na sequência garantir logo um bom lugar para ver os espetáculos que são na realidade o grande diferencial da casa. Ela faz o visitante se sentir em Las Vegas com espetáculos com tecnologia de ponta e uma qualidade de som e vídeo impressionantes. Inclusive, segundo uma conhecida reportagem da CNN, as boates de Las Vegas não tem graça se comparadas à Coco Bongo. Na verdade, o local oferece uma harmoniosa mistura de show e teatro, inspirada no universo dos filmes. Aliás, lá você se sente realmente dentro deles.

Na Coco Bongo, tudo é pensado nos mínimos detalhes, como iluminação, figurinos e interpretações. Por isso, no final você pode dizer que em uma festa conheceu o Homem-Aranha, Batman, entre outros e dançou com o Elvis, Madonna, Lady Gaga e Michael Jackson. Isso sem falar no quê de Cirque de Soleil das apresentações, muitas feitas no ar em acrobacias circenses. As músicas também fazem homenagens aos países e, claro, que na hora do Brasil lá vieram as “mulatas” rebolando ao som do samba no palco da Coco Bongo.

As várias apresentações tomam boa parte da noite na Coco Bongo e ao longo delas fica complicado manter o copo cheio o tempo todo devido ao aperto. Porém, depois delas, a boate volta a ganhar ares de boate e a pista fica toda liberada para os shows particulares de cada um. Hora de voltar a calibrar no open bar e depois ir para o meio de todos procurar a sua Cameron Diaz na Coco Bongo, capaz de fazer o queixo bater no chão como o do Máskara.

Vídeo divulgação Coco Bongo:

 

*Acompanhe o @blogmochileo também pelo Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.


Veja também