Treino

Barriga negativa? Conheça a Low Pressure Fitness, técnica que reduz o abdômen

Método não faz perder peso, mas ajuda na diminuição da circunferência abdominal

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 18/07/2021 às 8:00
Notícia
BANCO DE IMAGEM/FREEPIK
Low Pressure Fitness reduz circunferência abdominal - FOTO: BANCO DE IMAGEM/FREEPIK
Leitura:

A técnica Low Pressure Fitness (LPF) ficou popularmente conhecida por "barriga negativa", mas é muito mais do que um método para deixar o abdômen tão "sequinho" que os ossos do quadril se destacam. Na verdade, a redução da circunferência abdominal é apenas um dos benefícios dessa técnica que surgiu nos anos 80 como uma alternativa para a recuperação da musculatura da barriga e perineal no pós parto. Trata-se de algo muito mais terapêutico do que puramente estético.

De acordo com a página o oficial do Low Pressure Fitness no Brasil, a técnica é um treino desenvolvido pelos espanhóis Piti Pinsach e Tamara Rial e consiste em um sistema de treinamento postural e respiratório. Ou seja, exercícios que englobam postura e respiração conseguem resultados como: prevenção e tratamento para dores na coluna; melhora o funcionamento do intestino; aceleração da recuperação pós-parto; redução do inchaço abdominal e de membros inferiores; melhora do desempenho esportivo e do tônus muscular; além da redução circunferência abdominal.

Segundo Carol Lemes, embaixadora do LPF no Brasil, a técnica não foi criada visando a perda de peso, mas ela reduz de 10 a 12 centímetros na circunferência abdominal após 12 aulas. "Mas ele não emagrece. O LPF reduz medidas porque atua nessa musculatura profunda. Então, se ela está mais apertada, a pessoa reduz medidas", explica Carol.

É claro que o formato do corpo vai contribuir muito com os resultados. Além disso, sem uma alimentação balanceada e os exercícios certos, mesmo uma pessoa muito magra poderá ter um acúmulo de gordura na região abdominal.

É importante salientar que o Low Pressure Fitness deve ser feito sempre com a supervisão de profissionais. Em vez de fortalecer o assoalho pélvico, a execução incorreta do LPF pode deixá-lo mais fraco, o que acarreta em prejuízos. Para além disso, de uma forma geral, a metodologia é democrática e pode ser feita por todas as pessoas, sem restrição de sexo ou idade.

Como Low Pressure Fitness funciona?

O LPF trabalha para equilibrar o sistema nervoso simpático (SNS) e o sistema nervoso parassimpático (SNP) e reprogramar seus músculos do core (abdômen e glúteos) para trabalhar em um nível subconsciente para apoiá-lo ao longo de sua vida cotidiana. A combinação de técnicas de respiração e posturais ajuda a criar um core que pode equilibrar e contrabalançar todas aquelas atividades cotidianas que aumentam as pressões internas e podem acarretar prejuízos à saúde, performance esportiva e estética da faixa abdominal.

Comentários

Últimas notícias