ESCLARECIMENTOS

Justiça manda apreender telefone de Alec Baldwin para investigações de 'Rust'

O mandado vai ajudar na elucidação do caso sobre o tiro que matou a diretora de fotografia, Halyna Hutchins

Rayane Domingos
Rayane Domingos
Publicado em 17/12/2021 às 13:43 | Atualizado em 17/12/2021 às 13:47
Reprodução
Alec Baldwin precisou entregar seu celular para contribuir com as investigações sobre o caso que matou acidentalmente a diretora Halyna Hutchins - FOTO: Reprodução
Leitura:

Alec Baldwin está sendo alvo de mais um mandado expedido pela justiça de Santa Fé, no Novo México. O acidente que acabou matando a diretora de fotografia, Halyna Hutchins, está sendo investigado de maneira minuciosa.

Dessa vez, os autos pedem a apreensão do celular do ator. O documento sugere que a necessidade é para ajudar na busca de evidências que podem ajudar na conclusão do caso. Os investigadores querem ver se há alguma mensagem, chamadas, fotos e vídeos.

Eles querem analisar também se há alguma mensagem de caráter privado em alguma rede social que envolva as gravações de "Rust". 

O caso

O incidente aconteceu em outubro deste ano, quando Baldwin estava ensaiando uma cena em que deveria apontar em direção à câmera. Halyna Hutchins foi baleada na região do peito, e foi socorrida por helicóptero, mas não resistiu.

Em entrevista a ABC News, o ator nega que tenha atirado de maneira proposital: "Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho. Eu nunca apontaria a arma para alguém e puxaria o gatilho para ela. Nunca".

Ele ainda supôs que alguém colocou uma bala de verdade, ao invés de festim, na arma: "Alguém colocou uma bala de verdade na arma. Uma bala que nem era para estar no local".

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias