19
jun

Dia do Cinema Brasileiro em festa com prêmio para Aquarius

19 / jun
Publicado por Ernesto Barros às 22:07

klebersydney
O diretor de Aquarius, Kleber Mendonça Filho, durante sua passagem no Festival de Cinema de Sydney

Nem sem sempre as coincidências são felizes, mas o prêmio de Melhor Filme para Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, no Festival de Sydney, na Austrália, foi a melhor comemoração neste 16 de junho, Dia do Cinema Brasileiro. Foi o primeiro festival depois de Cannes e Aquarius já arrasou. Conversei hoje com Kleber, que esteve em Sydney há pouco mais de uma semana,  e ele me falou sobre a agende dele e do filme para as próximas semanas.   

Esta semana, Kleber começa um tour que vai levá-lo, além do Rio de Janeiro, a vários países europeus, para acompanhar Aquarius em mais três festivais. “Vamos ter uma reunião nesta terça-feira (21/6), no Rio, para todo mundo acertar os ponteiros sobre a divulgação do trailer e a data de lançamento do filme. A gente precisa ter uma antecipação sobre o trailer porque tem muita gente querendo vê-lo”, adiantou Kleber, que depois viaja para a Alemanha,  França e talvez República Tcheca. Ainda esta semana, ele apresenta Aquarius no Festival de Munique, na Mostra Competitiva Cinevision, onde o filme disputa prêmios com vários longas vistos em Cannes, entre eles os premiados Divines (Câmera d´Or) e The Happiest Day in the Life of Olli Mäki (Prêmio Un Certain Regard).

No final do mês, em Nantes, Aquarius participa do Sofilm Summercamp, um festival não competitivo amado por cinéfilos de todo o mundo e organizado por críticos de cinema. “Ele me perguntaram se eu queria escolher um filme para ser exibido antes de Aquarius, para uma sessão dupla, e que talvez tivesse alguma referência no filme. Eu escolhi O Estranho que Nós Amamos (The Beguiled, 1971), de Don Siegel, porque ele traz uns flasbacks que eu nunca vi em nenhum outro, exceto agora Aquarius. São uns flashbacks muito lacônicos, que vai contra o que está acontecendo no filme e não tem nenhum som, só imagem”, explicou o cineasta, que foi crítico de cinema por 13 anos do Jornal do Commercio. A partir do dia 1º de julho, Aquarius participa da Mostra Competitiva do Festival de Karlovy Vary, na República Tcheca, onde vai enfrentar oitos longas que competiram com o filme no Festival de Cannes.

Só para lembrar, tive uma conversa sobre o momento atual e o passado do cinema brasileiro com a repórter Marina da Padilha, do Portal NE10.

Para quem quiser assistir, é clicar no vídeo abaixo:


Veja também