OPINIÃO

Quando Queiroz sentar no banco dos réus, talvez seja tarde para Bolsonaro explicar os R$ 89 mil reais na conta de Michelle

As contundentes reações do presidente mostram que Bolsonaro não tem uma resposta convincente sobre o depósito, e reage com grosseria toda vez que um repórter faz o questionamento

Romoaldo de Souza
Romoaldo de Souza
Publicado em 27/08/2020 às 8:37
Notícia
Foto: Carolina Antunes/PR
Iniciativa será coordenada pela primeira-dama Michelle Bolsonaro - FOTO: Foto: Carolina Antunes/PR
Leitura:

A pergunta que mais azucrina a cabeça do presidente Jair Bolsonaro é por que Fabrício Queiroz depositou R$ 89 mil na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro?

As contundentes reações do presidente mostram que Bolsonaro não tem uma resposta convincente e reage com grosseria toda vez que um repórter faz o questionamento.

Primeiro ameaçou com uma porrada na boca. Ontem, no Vale do Aço, em Minas Gerais, o presidente chamou de otário o jornalista que tocou no assunto, mas resposta, mesmo Bolsonaro não tem.

O filósofo francês René Descartes (1596 — 1650) disse certa vez que, “O bom senso é a mercadoria mais amplamente compartilhada do mundo, pois todas as pessoas estão convencidas de que estão bem abastecidas dela”.

Nos dias atuais, é possível dizer que bom senso é mercadoria rara no atual governo. Se em 2018, logo após as eleições, o candidato eleito tivesse dado uma resposta séria, quando questionado sobre um depósito de R$ 24 mil que Fabrício Queiroz fez na conta da futura primeira-dama, talvez o assunto tivesse morrido ali.

Mas como nem todo mundo tem memória curta e cada vez mais o presidente será confrontado com a pergunta. O que se sabe é que enquanto é a imprensa, Bolsonaro desconversa, faz ameaças, mas quando a Justiça sentar Fabrício Queiroz no banco dos réus e perguntar ao ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) os motivos das transferências para a conta da primeira-dama, aí não tem jeito. Vai ter de falar e talvez seja tarde para a família Bolsonaro encontrar uma alegação plausível para os R$ 89 mil reais na conta de Michelle Bolsonaro.

Pense nisso!

MAIS DE ROMOALDO DE SOUZA

Comentários

Últimas notícias