EITA

Irmão de Jade Picon já se envolveu em polêmica no Recife; relembre

O empresário é conhecido por seus vídeos no Youtube, e também por ter participado do "De Férias com o Ex"

Rayane Domingos
Rayane Domingos
Publicado em 14/01/2022 às 11:36
Reprodução/Instagram
Léo Picon é irmão de Jade, que está cotada para o BBB, e já causou polêmica no Recife - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Jade Picon vem causando na internet antes mesmo de começar o BBB, isso porque ela é uma das possíveis participantes. Mas outro que adora causar é Léo Picon, irmão da influenciadora. Ele que já participou do "De Férias com o Ex", tem ganhado mais projeção no ramo da moda.

Nascido em São Paulo, Léo tem 25 anos e já é um dos grandes influenciadores do Brasil. Em 2019 ele figurou na lista da Forbes Under 30, e foi bastante elogiado por estar crescendo com a sua marca. O empresário é dono da "Just Approve", a queridinha de influenciadores e jogadores de futebol, como Neymar. 

Nesta quinta-feira (13), ele revelou que recebeu um pix de R$1,5 milhão após voltar de férias da Bahia. Os internautas logo especularam que Jade teria enviado antes de entrar no confinamento. "Leo, eu te amo" estava escrito no bilhete.

Polêmica no Recife

Léo veio ao Recife para inaugurar em empreendimento, mas causou polêmica. Em seu Instagram, ele aparece em um vídeo fingindo ser um turista falando espanhol com algumas crianças que brincam na rua. "Vou mostrar como se fala espanhol com o traficante de Recife", disse antes de filmar os menores. Na legenda, tentou se justificar dizendo que era apenas 'traficante de informações'.

Após ser detonado nas redes sociais, ele se pronunciou afirmando que o vídeo foi tirao de contexto. "Eu me referi a uma criança como traficante e eu filmei isso. Fiz questão de escrever 'traficante de informação' porque pô, dentro do contexto todo..", falou nos Stories.

Léo precisou pagar uma multa de R$ 22 mil pela 'brincadeira'. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) entrou de acordo com o influenciador para que o valor fosse repassado para ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do Recife. Segundo informações, ele aceitou pagar a multa de maneira voluntária, e foi proibido de "mencionar qualquer conduta ou expressão que associe a prática de crime ou contravenção penal" a menores de idade.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias