voos baratos

Governo Lula e companhias aéreas lançam plano de descontos para passagens em 2024

Plano de Universalização do Transporte Aéreo foi lançado na última segunda-feira pelo ministério dos Portos e Aeroportos

Imagem do autor
Cadastrado por

Rodrigo Fernandes

Publicado em 19/12/2023 às 10:52
Notícia
X

O governo Lula anunciou, na última segunda-feira (18), a primeira etapa do Plano de Universalização do Transporte Aéreo, programa que tem o objetivo de reduzir o preço das passagens aéreas no país em 2024.

Elaborado pelo ministério de Portos e Aeroportos junto às companhias aéreas, o plano estipula um conjunto de regras que possam ofertar uma cota de viagens com valores acessíveis.

Voos baratos

Neste momento, as empresas aéreas anunciaram os limites nos preços das passagens adquiridas por meio do programa, que poderão chegar a R$ 799, a depender da companhia aérea, do trecho desejado e da data antecipada da compra, que requer pelo menos 14 dias de antecipação.

As empresas também determinaram regras para benefícios como marcação de assentos, remarcação das passagens e despacho gratuito de bagagem. Veja as medidas anunciadas por cada companhia:

  • Azul: 10 milhões de tíquetes serão vendidos por até R$ 799 em 2024 para clientes antecipados. Bilhetes comprados em cima da hora e com valor mais alto terão preferência na remarcação e no despacho gratuito de bagagem;
  • Gol: 15 milhões de passagens serão liberados por até 699 em 2024, também para vendas antecipadas. Tarifas de assistência emergencial terão desconto;
  • Latam: Passagens serão vendidas a menos de R$ 199, toda semana. Três milhões de passagens serão oferecidas a mais do que o ofertado pela companhia atualmente - ou 10 mil tíquetes por dia. A empresa fará campanha de orientação sobre como comprar passagens em promoção e mudanças no programa de fidelidade, que não terá mais validade para os pontos, desde que o passageiro voe pela Latam.

Passagens aéreas caras

A redução nas passagens aéreas passou a ser discutida entre o ministério de Portos e Aeroportos e as companhias aéreas em novembro.

Segundo o portal Metrópoles, em setembro, o preço médio das passagens aéreas no Brasil atingiu o maior patamar desde março de 2009.

De acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o ticket médio foi de R$ 747,66, o maior valor desde março de 2009, quando a média foi de R$ 754,18, segundo números corrigidos pela inflação.

Como comprar passagem aérea barata

Tags

Autor