HORÁRIO ALTERADO

Governo de Pernambuco anuncia nova flexibilização para comércio de rua e shoppings no Dia das Mães

Mudança foi publicada no Diário Oficial de Pernambuco nesta terça-feira (04)

Angela Fernanda Belfort
Angela Fernanda Belfort
Publicado em 04/05/2021 às 18:15
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
O comércio de bairro, do centro e dos shopings terá o horário alterado para o Dia das Mães - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

O funcionamento do comércio de bairro, de centro e dos shoppings terá horário diferenciado para o Dia das Mães. O governo de Pernambuco publicou no Diário Oficial do Estado, nesta terça-feiura (4) alteração de horário de funcionamento para os segmentos entre esta sexta-feira (7) e o domingo (9). 

>> 'Foi avançado mais um passo', diz presidente da CDL sobre plano de convivência com a covid-19 em Pernambuco

Atualmente, o Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19 determina que o funcionamento do comércio de bairro, de shopping centers e de centro funcione com carga horária restrita, principalmente no que diz respeito a horas contínuas. Inicialmente, a previsão era de que as restrições fossem até o dia 09 de maio. 

Com a mudança, os estabelecimentos poderão funcionar das 8h às 20h nas sexta-feira (07) e sábado (08), e das 8h às 18h no domingo (09).

Para os três dias, a capacidade é limitada a um cliente a cada 10 metros quadrados em áreas de circulação e um cliente a cada 5 metros quadrados em área interna de loja, segundo informações do governo estadual.

Ainda conforme o Estado, a ampliação do horário ocorreu em diálogo com as lideranças econômicas, atendendo à solicitação das entidades representativas do setor, com o objetivo de reduzir o fluxo intenso de pessoas, que tendem a buscar o mercado presencial para comprar presentes. Em Pernambuco, o Dia das Mães é uma das principais datas no calendário de vendas do varejo.

Conforme a portaria, é obrigatório o cumprimento dos protocolos de funcionamento das atividades, principalmente no que diz respeito à lotação das lojas.

 BOA EXPECTATIVA

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL-Recife) e do Sindilojas, Fred Leal, afirmou que a flexibilização do horário vai dar mais conforto e evitar aglomerações. "Vai ser bom pra todo mundo, pro lojista e pro consumidor. O comércio fez o dever de casa e está cumprindo os protocolos de segurança", comentou. Várias entidades que representam o setor assinaram uma carta ao governador pedindo a flexibilização para uma das datas mais importantes para o varejo.

Segundo ele, a expectativa é de que este mês de maio seja bom para o comércio. "As coisas vão melhorar não no ritmo que se espera. O Dia das Mães sempre foi forte. Depois, vem o dia dos Namorados. E qualquer aumento das vendas é bem-vindo", argumentou. No ano passado, o movimento esta época "foi praticamente zero" por causa da pandemia. 

Em nota, o presidente da Associação Pernambucana de Shopping Centers (Apesce), Paulo Carneiro, avaliou como positiva a resposta do governo do Estado ao pleito das entidades representativas do comércio e argumentou que "com a ampliação do horário de funcionamento de sexta a domingo, será possível diluir o atendimento ao público que vai às lojas em busca do presente para as mães. Os shoppings poderão funcionar na sexta (7) e no sábado (8) das 8h às 20h e no domingo, das 8h às 18h. 

Ainda na nota, a entidade informou que "com mais tempo e com os cuidados oferecidos aos clientes, haverá segurança para todos. Esta é a segunda data de maior relevância para o comércio, depois do Natal. Por isso, é natural ter um maior fluxo". Os shoppings têm cerca de 4 mil lojistas e 50 mil funcionários em Pernambuco. E concluiu: "Estamos preparados para gerar boas vendas, que devem se refletir, também, na opção online, com entrega por drive thru e por delivery".

Comentários

Últimas notícias