Levantamento

Ibope/JC/Rede Globo: Rejeição de João, Mendonça e Marília cai, e da Delegada Patrícia cresce no Recife

Ainda assim, João e Mendonça seguem como os mais rejeitados e Patrícia como a menos rejeitada pelo eleitorado recifense

JC
JC
Publicado em 15/10/2020 às 19:40
Notícia

Artes/SJCC
Segunda pesquisa Ibope/JC/Globo para prefeito do Recife nas eleições 2020 - FOTO: Artes/SJCC
Leitura:

Os candidatos a prefeito do Recife João Campos (PSB) e Mendonça Filho (DEM) tiveram uma melhora de seis pontos em relação à rejeição no Recife, mas, ao lado do Coronel Feitosa (PSC), ambos ainda são os mais rejeitados pelos eleitores recifenses, de acordo com os dados da 2º pesquisa Ibope/JC/Rede Globo, divulgada nesta quinta-feira (15).

 

Na primeira rodada do levantamento, João e Mendonça tinham, 36% de rejeição, cada. Agora, ambos pontuaram 28% quando os eleitores foram questionados sobre em "quem não votariam de jeito nenhum". Já Feitosa, possuía 17% de rejeição e, agora, vê esse número subir, também, para 28%.

>> Ibope/JC/Rede Globo: João Campos lidera no Recife; Mendonça, Marília e Delegada Patrícia empatam tecnicamente em 2º

>> Ibope/JC/Rede Globo: Delegada Patrícia é nome mais forte contra João Campos em eventual 2º turno no Recife

>> Marília Arraes permanece com 14% na Pesquisa Ibope/JC/Rede Globo e empata tecnicamente com Mendonça e Patrícia no 2º lugar

>> Ibope/JC/Rede Globo: Após dividir 1º lugar com João Campos, Mendonça Filho briga pela 2ª colocação no Recife com outras duas candidatas

A candidata do PT à prefeita do Recife, Marília Arraes, tinha rejeição de 20% na primeira pesquisa e viu esse índice diminuir um ponto, indo para 19%, se mantendo dentro da margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. 

Já o candidato do Novo a prefeito do Recife, Charbel, viu sua rejeição dobrar nesta segunda rodada da pesquisa Ibope, saltando de 11% para 22%. 

Charbel não foi o único a ter um aumento significativo na rejeição, Carlos Andrade Lima, do PSL, também teve aumento de 11% para 21%, assim como Victor Assis (PCO), também de 11% para 21% e Thiago Santos (UP), de 10% para 21%.

As menores rejeições ficaram com o candidato Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), com 18%, Cláudia Ribeiro (PSTU), com 15%, e Delegada Patrícia (Podemos), com 14%. Devido a margem de erro, os três estão empatados tecnicamente. Ainda assim, mesmo tendo a menor rejeição, Marco, Cláudia e Patrícia também tiveram um aumento no índice, pois na primeira pesquisa eles pontuaram 10%, cada.

Vale destacar que os entrevistados podem citar mais de um candidato, portanto os resultados somam
mais de 100%. 

ARTES JC
Pesquisa Ibope - 15.10.2020, eleições 2020, eleições sjcc, eleições Recife - ARTES JC

Pesquisa

A segunda rodada da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo foi realizada entre os dias 13 e 15 de outubro de 2020, sendo a primeira após início do guia eleitoral. Foram entrevistados 1001 votantes do Recife. A margem de erro máxima estimada é de três pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número PE08776/2020.

Primeira rodada da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo

Na primeira pesquisa, divulgada no dia 2 de outubro, o deputado federal João Campos (PSB) e o ex-ministro da Educação Mendonça Filho (DEM) estavam tecnicamente empatados na liderança com, respectivamente, 23% e 19% das intenções de voto.

Mendonça Filho também aparecia em empate técnico com Marília Arraes (PT), citada por 14% do eleitorado na primeira pesquisa. Na terceira posição, o empate técnico ainda prevalecia entre a candidata do PT e a Delegada Patrícia (Podemos), que aparecia com 11% das intenções de voto.

ARTES JC
Intenção de votos; ibope 15.10.2020; eleições Recife; eleições sjcc - FOTO:ARTES JC
ARTES JC
Pesquisa Ibope - 15.10.2020, eleições 2020, eleições sjcc, eleições Recife - FOTO:ARTES JC
ARTE JC
Pesquisa Ibope/JC/Rede Globo; segundo turno; eleições sjcc; eleições 2020; prefeitura do Recife - FOTO:ARTE JC

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias