PESQUISA EXAME/IDEIA

Prefeitos, Paulo Câmara ou Bolsonaro? Veja quem os pernambucanos apontam como responsável por crise das chuvas

A pesquisa Exame/Ideia, divulgada nesta semana, aponta quem os pernambucanos percebem como principal responsável pela crise

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 10/06/2022 às 12:16 | Atualizado em 10/06/2022 às 14:29
Reprodução
João Campos (PSB), Paulo Câmara (PSB), Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Medeiros (PL) - FOTO: Reprodução
Leitura:

A tragédia das chuvas em Pernambuco deixou 129 mortos e mais de 128 mil desalojados ou desabrigados, além de danos à infraestrutura do estado. A pesquisa Exame/Ideia, divulgada nesta semana, aponta quem os pernambucanos percebem como principal responsável pela crise.

Para tratar do assunto, a pesquisa Exame/Ideia fez a seguinte pergunta aos entrevistados: "Em relação às chuvas em Pernambuco, que resultaram em inúmeras mortes, na sua opinião, de quem é a principal responsabilidade?".

O levantamento indica que a maioria dos pernambucanos aponta as prefeituras e o Governo de Pernambuco, comandado por Paulo Câmara (PSB), como principais responsáveis, na frente do Governo Bolsonaro. Apenas uma parcela mínima considera que ninguém é responsável, por se tratar de uma catástrofe natural.

Veja os números da pesquisa sobre responsabilidade da tragédia:

  • Dos prefeitos dos municípios atingidos: 34%
  • Governo estadual: 21%
  • Governo federal: 14%
  • Da população que mora em áreas de risco: 8%
  • De ninguém, pois foi uma catástrofe da natureza: 4%
  • Não sabem: 19%

"Apesar do debate público sobre a atuação do presidente Bolsonaro em Pernambuco devido aos desastres causados pelas chuvas recentes que resultaram na morte de mais de 120 pessoas no estado, a população considera que a responsabilidade sobre as áreas atingidas pelas chuvas é dos prefeitos dos municípios, em seguida do governo estadual e do governo federal", comenta Cila Schulman, vice-presidente do instituto de pesquisa IDEIA.

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Rua Jurupatã, às margens do Rio Tejipió - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

Dados preliminares apontam que a maioria das mortes em Pernambuco aconteceu no Recife e em Jaboatão dos Guararapes. As cidades são comandadas por João Campos (PSB) e Luiz Medeiros (PL), que assumiu a gestão após Anderson Ferreira deixar a Prefeitura para se candidatar ao Governo.

Devido ao arredondamento, a soma dos percentuais pode variar de 99% a 101%, segundo indica a pesquisa eleitoral Exame/Ideia. O levantamento foi realizado com mil eleitores do estado de Pernambuco, por telefone, entre os dias 3 e 8 de junho e registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob número PE-03117/2022.

Comentários

Últimas notícias