Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

homenagem

Por maioria esmagadora, vereadores de Vitória rejeitam título de cidadão a Bolsonaro

Dezessete vereadores estavam presentes para a apreciação do polêmico projeto, mas só 16 votaram. Curiosamente, 13 é o número do PT e do ex-presidente Lula

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 02/09/2021 às 20:04
Notícia
Jc Imagem
Votação aconteceu nesta quinta-feira (2) - FOTO: Jc Imagem
Leitura:

Por maioria de votos, os vereadores de Vitória de Santo Antão negaram a concessão de um título de cidadão a Bolsonaro, na véspera de sua chegada ao Estado de Pernambuco para a realização de uma visita. A discussão tomou toda a semana da cidade, com polêmica nas redes sociais.

Treze votos foram contrários e três a favor. O presidente não votava, só em caso de desempate.

Votaram pela rejeição André Carvalho, Carlos Henrique Queiroz, Davi Frutas e Verduras, Edmilson de Várzea Grande, Novo da Banca, Gold do Pneu, Beto de Bigode, Jota Domingos, Josias Militina, Lorinaldo Júnior, Mano Holanda, Doutor Saulo e Biu de Genaro.

Votaram a favor Celso Bezerra, Felipe Cezar e Marcos da Prestação, que se disse triste após o resultado negativo.

A principal recusa para concessão foi que o presidente não tinha serviços prestados à cidade. Vários parlamentares também afirmaram a necessidade de deixar mais claros os critérios para a concessão da honraria. O projeto foi classificado como eleitoreiro e extemporâneo.

“Vou votar contra. Respeito o direito de Marcos de apresentar o título de cidadão. Mas o que Bolsonaro fez direcionado a Vitória? Ele tem trabalhado pelo Brasil? Tem. Mas não tem nada específico direcionado a Vitória que justifique ganhar esse título”, disse o vereador Edmilson de Várzea Grande, do MDB, mesmo partido do prefeito local.

Felipe Jordão/JC Imagem
Vereador do Republicanos sugeriu a homenagem - Felipe Jordão/JC Imagem

O vereador Marcos da Prestação (Republicanos) ainda justificou a proposta alegando que propôs o título de cidadão vitoriense a Bolsonaro, afirmando temas como vacinação, auxílio emergencial e recursos destinados a Vitória. No seu discurso, o vereador do Republicanos disse que queria levar Bolsonaro para receber a homenagem na cidade.

O presidente da Câmara, André de Bau, do PSD, chegou a apelar que o vereador retirasse o projeto porque ele poderia ser apresentado posteriormente e que no momento só causava polêmica. Ele disse que não era covarde e mantinha o projeto. No seu discurso, o presidente da casa disse que os “apoiadores de Bolsonaro lançarem explosivos contra o STF é crime”.  “O projeto foi apresentado às vésperas dos atos incitados pelo presidente”, alertando para o 7 de setembro.

Na sessão de votação, Prestação disse que antes da polêmica havia obtido a confirmação de 13 colegas para o projeto.

"Trata-se de um projeto eleitoreiro e fora de hora, que não interessa à cidade e nem é prioridade para o município", afirmou o vereador Gold do Pneu.

O vereador André Carvalho, do PDT, observou que não seria possível conceder uma honraria a um presidente que todo os dias flerta com o arbítrio e não respeita a diversidade. "Sou cristão, tenho família e exijo respeito"

 

Comentários

Últimas notícias