Eleições 2022

Qual o maior problema de Pernambuco?

De acordo com as pesquisas de opinião como a Paraná Pesquisa

Imagem do autor
Cadastrado por

Jamildo Melo

Publicado em 11/04/2022 às 13:57 | Atualizado em 11/04/2022 às 14:17
Notícia
X

O mais recente levantamento de opinião da Paraná Pesquisas aponta o que seriam os principais problemas do Estado de Pernambuco, na avaliação dos eleitores. Nos questionários, há um total de 20 problemas listados e, curiosamente, em escalada de importância decrescente, o último dos problemas mencionado foram os políticos ou a politicagem, com apenas 1% das citações.

Antes, na mesma ordem decrescente, aparece em 19º lugar a má administração pública, com outro 1% das citações. De acordo com o levantamento do Paraná Pesquisas, a saúde pública seria o principal problema do Estado, a ser resolvido pelos políticos. O problema foi citado por 32,4% dos entrevistados.

Depois da saúde, aparece o desemprego, citado por 19,3% dos entrevistados. Em terceiro lugar, ainda na seara econômica, aparece o problema da inflação, citado por 17,5% dos entrevistados. Ambos podem ser facilmente nacionalizados, enquanto o primeiro deles pode facilmente ser jogado nas costas do governo do Estado ou municípios.

Na quarta colocação, aparece o problema da educação pública. Ele é citado por 11,2% dos entrevistados e não deixa de gerar curiosidade, uma vez que o tema é de responsabilidade dividida entre os três entes da federação. No caso, o governo do Estado aposta tanto no tema educação que convocou um ex-secretário da pasta para ser o candidato do PSB na disputa.

A economia ou a crise econômica aparece em quinto lugar entre os problemas citados, com 8,3% das menções.

Bem próximo, vem o tema da segurança pública, com 8,1% das citações. Na campanha de 2018, o tema foi explorado, mas o candidato Paulo Câmara conseguiu se recuperar. Neste começo de campanha, o tema da violência voltou à baila, com a crise de segurança em Porto de Galinhas.

No sétimo lugar, a pesquisa cita o preço dos combustíveis como um dos problemas no Estado, com 6,6% das citações.

Em oitavo lugar, é citada a área social, pobreza e a fome, para 3,4% das citações. O saneamento básico, ou a falta dele, é citado em nono lugar, com 2,6% das citações.

Na mesma lita de problemas, o décimo lugar é ocupado pelo samário mínimo baixo. Ele é citado por 2,5% das citações.

Tags

Autor